Info sobre SVE

 

Serviço Voluntário Europeu (SVE)
O Serviço Voluntário Europeu (SVE) proporciona aos jovens com idades entre os 18 e os 30 anos uma oportunidade para expressar o seu empenhamento pessoal através de actividades de voluntariado a tempo inteiro num país estrangeiro ou para além das fronteiras da União Europeia.

A União Europeia oferece esta oportunidade aos jovens porque o voluntariado é valorizado como uma experiência de aprendizagem não-formal, reforçando as capacidades e competências profissionais dos voluntários, contribuindo assim para aumentar a sua empregabilidade. Ao mesmo tempo, o programa aumenta o seu sentido de solidariedade, desenvolve as suas competências sociais e promove uma participação activa na sociedade. É uma situação mutuamente vantajosa, da qual tanto o voluntário como a comunidade podem beneficiar.

O objetivo do Serviço Voluntário Europeu (SVE) é desenvolver a solidariedade e promover a cidadania ativa e a compreensão mútua entre os jovens.


O que é um projeto SVE?
O Serviço Voluntário Europeu permite aos jovens desenvolver num período que pode ir até doze meses uma ação de voluntariado num país diferente do seu país de residência. Fomenta a solidariedade entre os jovens e é um verdadeiro serviço de aprendizagem. Para além do benefício para as comunidades locais, os voluntários adquirem novas competências e linguagens e descobrem outras culturas.

Princípios e práticas de aprendizagem não formal devem estar presentes ao longo de todo o projeto.
Um projeto SVE pode incidir sobre um leque variado de temas e áreas de intervenção, como a cultura, juventude, desporto, auxílio social, herança cultural, artes, proteção civil, ambiente, cooperação e desenvolvimento, etc. Intervenções de alto risco em situações pós-crise (ex: ajuda humanitária, apoio imediato após desastres e catástrofes, etc.) são excluídas.
É concebido para a implementação de uma ou mais atividades SVE.

O voluntário(a) é acolhido(a) por um promotor num país diferente do seu e desenvolve um serviço de voluntariado para beneficio da comunidade local. O serviço não é remunerado, não tem fins lucrativos e é a tempo inteiro.

Viagens
O voluntário tem um apoio para as despesas de transporte entre o país de origem e o país onde vai realizar o projecto, que normalmente cobre os 100% dos custos.

 

Alojamento, Alimentação e Pocket Money (Dinheiro de Bolso)
É da responsabilidade da organização de acolhimento garantir alojamento e alimentação gratuitos para o voluntário. O pocket money é mensal, destina-se a despesas de tempo livre do voluntário e varia de acordo com o país onde se realiza o projecto.


Seguro de Saúde
O voluntário está gratuitamente coberto por um seguro de saúde do Grupo Cigna especialmente concebido para proteger os participantes no programa de Serviço Voluntário Europeu (SVE) durante todo o seu período de voluntariado. Neste link encontra-se o guia destinado ao voluntário onde constam todas as garantias cobertas pelo seguro.

Apoio Linguístico
Faz parte do horário de serviço do voluntário, participar numa formação linguística que pode durar ao longo do projecto, ou ser de curta duração, e varia conforme os conhecimentos anteriores do voluntário.

Mentor
O mentor é a pessoa que acompanha o voluntário desde a sua chegada até à partida, facilita o seu processo de aprendizagem, reúne com o voluntário a fim de prestar assistência pessoal e integrá-lo na comunidade local. O mentor tem o papel de ajudar o voluntário na avaliação final do projecto, e guiá-lo na elaboração do Youth Pass (Passe Jovem).

Youth Pass (Passe Jovem)
É o certificado que o voluntário elabora no final do projecto de forma a validar os resultados das aprendizagens adquiridas durante o seu projecto de voluntariado.

Formação SVE e Ciclo de Avaliação
O voluntário tem direito a participar em:
-Formação ”pré-partida”
-Formação “à chegada”
-Avaliação Intermédia (para atividades com mais de 4 meses)
-Avaliação da Atividade


O que não é um projeto SVE?
•    Ocasional, não estruturado e a tempo parcial
•    Um estágio numa empresa
•    Um trabalho remunerado, não deve substituir empregos remunerados
•    Uma viagem turística ou recreativa
•    Um curso de línguas
•    Exploração de mão-de-obra barata
•    Um período de estudo ou formação profissional no estrangeiro