Alimentação Natural

A Alimentação Natural surge para nos conduzir ao equilíbrio, para que as pessoas desfrutem de uma vida saudável. A principal forma de o conseguir é seguindo um tipo de alimentação que permita estabelecer uma relação de harmonia entre o nosso interior e exterior. As nossas necessidades alimentares são determinadas por vários fatores que têm uma grande influência no nossa saúde, nomeadamente, a situação geográfica e climática onde vivemos, o tipo de atividade que desenvolvemos, e a nossa própria constituição.

 

Os alimentos fornecem os nutrientes necessários às nossas atividades vitais. Cada alimento integral é uma combinação única de vitaminas naturais, oligoelementos, ácidos gordos insaturados, etc. com uma função própria, especifica e com uma finalidade concreta. O mesmo não acontece com os alimentos com componentes separados artificialmente porque privados dos seus componentes naturais e completos são desequilibrados, provocando alterações no processo digestivo e podendo também levar ao aparecimento de graves carências na alimentação e por consequência diversos tipos de doenças. Nesse sentido, devemos preferir sempre alimentos naturais, isto é, o mais próximo possível do seu estado na natureza e que sejam próprios para consumo humano e alimentos integrais e biológicos.

O Vegetarianismo ou a Macrobiótica pode ser uma alimentação alternativa de vida saudável e equilibrada, se respeitar os seus diferentes princípios.


A Alimentação Macrobiótica procura criar refeições adaptadas às necessidades individuais, onde a seleção dos alimentos obedece a critérios específicos, pois estes são escolhidos de acordo com a qualidade energética dos seus componentes, yin ou yang. Os alimentos escolhidos são os cereais integrais, leguminosas, algas, sementes, alguns vegetais e algumas frutas de preferência frescas e orgânicas. Os produtos de origem animal estão presentes mas em quantidades reduzidas e evitam ovos, lacticínios, açúcar, álcool e frutos tropicais.


A Alimentação Vegetariana deve ser rica em proteínas, fibras, vitaminas, sais minerais, e existem uma série de associações dos mesmos que conduzem a um equilíbrio alimentar.